Pesquisa mostra as profissões mais procuradas pela indústria

Atividades

gallery/clique-aqui
gallery/clique-aqui
gallery/clique-aqui
gallery/clique-aqui
gallery/eletricista - divulgação
gallery/fabrica gm rio
gallery/blog foto 3
gallery/prensa

Instalação elétrica residencial

Montagem de padrão eletropaulo

Reforma de instalações antigas

Projeto de elétrica NBR 5410

Pequenos reparos de eletricidade

Instalação nova com projetos

Implantação de iluminação LED

Implantação de controladores

Projetos de automação residencial

Soluções para máquinas CNC

Implantação de células de produção

Projetos de plantas Industriais

Automação de máquinas

Modificação e alteração de Lay-out

Instalação de quadros de comando

Manutenção em painéis com clp

Reforma de painéis de máquinas

Troca de quadros de distribuição

Montagem de painéis elétricos

Projetos para automação 

Modificações em painéis elétricos

Modificação em lay-out de fábrica

Reforma de máquinas operatrizes

Montagem de dispositivos hidráulico

Montagem de ferramentas pneumáticas

Reforma de unidades hidráulicas

Retrofiting em máquinas CNC

Implantação de CLP em máquinas

ELÉTRICA

AUTOMAÇÃO

QUADROS

REFORMAS

 

Programador de produção e técnico em eletrônica,  são duas das cinco ocupações industriais com maior demanda para os próximos quatro anos, segundo pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI), elaborada pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial - Senai. Essas ocupações exigem  qualificação técnica e cursos com duração de até 1.200 horas ou um ano e meio.

 

O técnico qualificado é quem dá suporte a toda a atividade industrial ou boa parte dela, afirma o diretor regional do Senai, Rogério Pereira. “A indústria precisa cada vez mais desses técnicos qualificado de forma multidisciplinar com conhecimentos em processos de produção, informática, automação e todo o universo de atividades que compõe a produção industrial”, destaca. 

 

Entre as áreas de formação que terão maior demanda por técnicos, nos próximos anos, estão meio ambiente e produção, metalmecânica, energia, programador de cnc, tecnologias de informação e comunicação, construção civil, petroquímica e química.

 

“Por conta do perfil do Polo Industrial no Brasil, há uma  demanda muito grande por técnicos nas áreas da linha de montagem, nos processo produtivos característicos da indústria, e por causa do polo naval e da refinaria também há uma forte demanda pelo metalmecânico, como soldadores tig, técnico em mecânica, instrumentação”, aponta o diretor do Senai. 

 

A maior demanda da região Norte, segundo o estudo, é pela qualificação de profissionais que buscam desenvolver novas competências e capacidades com cursos de até 200h.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O que faz?

 

Planeja e programa os processos produtivos, de acordo com as necessidades de fabricação e demandas de estoque, controla a disponibilidade de materiais, equipamentos e mão de obra e monitora fluxo de produção. 

 

Salário de um Programador?

 

Na lógica, não existe um salário fixo para qualquer tipo de profissional, por depender da empresa, do ramos de atividade e também de qual estado, por isso temos uma média de R$ 2.564,00 por mês

 

A pesquisa aponta que o Brasil precisará capacitar 13 milhões de trabalhadores em ocupações industriais nos níveis Superior, Técnico e de qualificação até 2020. A demanda por formação inclui a requalificação de profissionais que já estão empregados e aqueles que precisam de capacitação para ingressar em novas oportunidades no mercado.

 

O Mapa do Trabalho Industrial é elaborado a partir de cenários que estimam o comportamento da economia brasileira e dos seus setores; projeta o impacto sobre o mercado de trabalho e estima a demanda por formação profissional industrial (formação inicial e continuada). As projeções e estimativas são desagregadas no campo geográfico, setorial e ocupacional, e servem como parâmetro para o planejamento da oferta de cursos do Senai.

 

as melhores profissões para industria